" A INFÂNCIA É O TEMPO DE MAIOR CRIATIVIDADE NA VIDA DE UM SER HUMANO ." (JEAN PIAGET)

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

EDUCAÇÃO INFANTIL


A Educação Infantil é um espaço que apresenta uma função particular no processo da educação.
Ela é um dos espaços onde as crianças podem se desenvolver como sujeitos ativos e criadores. Sua função é a de promover a aprendizagem de elementos da cultura e do pensamento em um processo integrado ao desenvolvimento das estruturas do pensamento da criança. O trabalho pedagógico na educação infantil precisa partir do universo da criança, de sua realidade e sabedoria criativa permitindo que ela conquiste o espaço criador e gerador de conhecimentos. Vale a pena ressaltar que se pensarmos e entendermos o trabalho pedagógico na educação infantil dessa forma, cabe a nós termos sempre o cuidado de fazer com que esta postura perpasse o cotidiano da escola, impregnando todo o fazer pedagógico.




A "Rodinha" é uma prática na Educação Infantil muito importante. Com ela podemos criar um elo de dialogo, uma maneira de escutar os alunos sobre suas necessidades, avaliar o trabalho que foi realizado , os conhecimentos prévios que tem sobre determinado assunto ou simplesmente conhecer seu aluno em sua amplitude.



É na rodinha também, que o professor recebe as crianças, proporcionando sensações como acolhimento, segurança e de pertencer àquele grupo. Nesse momento devemos utilizar músicas e brincadeiras .É a hora onde as crianças podem trocar idéias e falar sobre suas vivências, respeitando a fala de cada um.

Procuramos desenvolver atividades que estimulem a construção do conhecimento acerca de diversos códigos e linguagens, como, por exemplo, marcação do dia no calendário, brincadeiras com crachás contendo os nomes das crianças, jogos dos mais diversos tipos (visando apresentá-los às crianças para que, depois, possam brincar sozinhas) e outras.

A Rodinha é também um espaço para trabalharmos o uso do cartão do nome, que é uma ferramenta imprescindível na formação da identidade do aluno e colegas , já que é uma referência .

O trabalho com o nome é feito diariamente através de várias atividades diferentes.

Procuramos desenvolver atividades que levem nossos alunos a formular hipóteses, como : a 1 ª letra do nome, a última, a quantidade de letras, os nomes que começam com a mesma letra, que terminam com a mesma letra, quem possui apenas 1 nome, quem tem 2 nomes...

Além de propiciar a aprendizagem da escrita e leitura, outro objetivo importante no trabalho com a escrita do nome é fazer com que a criança se reconheça como um sujeito importante que possui um nome que é só seu, que marca sua identidade.


Também na rodinha procuramos provocar discussões acerca do projeto que está sendo trabalhado, além de se apresentar às crianças as atividades do dia, abrindo, também, um espaço para que elas possam participar do planejamento diário.

"O nome da criança é o início da compreensão do sistema de escrita, sendo ponto de referência para as outras escritas. É uma forma estável que fornece índices de leitura para a criança: a letra inicial e a letra final. Através do nome, a criança aprende convenções (escrita da esquerda para a direita), o nome das letras e a seqüência das letras na escrita "
(Meyer, 2004).


Com o nome, algo tão significativo na vida de cada um de nós, iniciamos o processo de aquisição da escrita e leitura. Desta forma, com jogos e brincadeiras, os alunos vão entrando, gradativamente, num mundo de inúmeras possibilidades, só acessível para quem é alfabetizado.



Nenhum comentário: